Como conseguir um emprego no Google

location_bangkok_image_696x696Como faço para trabalhar no Google?

Como conseguir uma entrevista no Google?

Como enviar um currículo para o Google?

Algumas empresas são o sonho inatingível de profissionais que desejam ao menos uma oportunidade de entrevista, mas não conseguem nem um endereço de email do RH para enviar o currículo.

O Google é uma dessas empresas. Sonho de consumo de 9 entre 10 pessoas dispostas a arrumar um emprego, não há disponibilização de anúncios em jornais ou nos classificados da WEB. Então, como empresas como o Google contratam seus funcionários? há muitas lendas rondando as mídias sociais.

Mas, na verdade, o Google contrata como qualquer outra empresa deste século: através de disponibilização de vagas em seu site. Mas, espere… qual é o site do Google? Google.com? google.com.br? se eu digitar essas URLs serei encaminhado ao mecanismo de busca…

Bom, então vamos ao caminho das pedras. O Google mantém uma página internacional de oportunidades onde o candidato poderá selecionar o país e verificar as vagas disponíveis. Para isso, basta digitar http:www.google.com/jobs.

Pagina inicial jobsUma vez aberta a página haverá um texto em inglês falando da empresa e de como é bom trabalhar nela. No canto superior direito haverá a inscrição: “View my applications”, que numa tradução literal seria algo como, “ver os processos que estou participando”. Mas espere. Você não está participando de nenhum, ainda, certo? então vamos lá:

Você pode procurar vagas de duas formas: através da caixa de busca disponibilizada na página (digite a vaga que procura em inglês, por exemplo, para gerente de marketing, digite “Marketing Manager”), ou clique em “Let’s go to locations”.

Neste caso se abrirá um mapa com todos os países onde há oportunidade de emprego. Basta clicar no país que desejar e verificar as vagas disponíveis.

No canto superior direito clique em “View Jobs in (nome da cidade) ou clique nos departamentos linkados na parte direita da janela.

Lembre-se que todo o processo é feito em inglês.

Crédito das imagens: Google

 

Adidas lança camisetas com conotação sexual sobre a copa no Brasil

Adidas Brazil 01Uma linha de camisetas lançadas pela Adidas está causando incômodos em diversos setores e esferas no Brasil. Trata-se de camisetas com gravuras que remetem a sexo. Isso não seria de se estranhar já que há milhares de camisetas no mercado com desenhos e piadinhas sobre sexo. O que mais incomoda é que as piadas remetem à mulher brasileira. E, se já há uma preocupação grande sobre o turismo sexual no Brasil, parece que as camisetas, propositalmente ou não remetem a isso.

Em uma delas há a inscrição “I Love Brasil”, só que o coração que representa o “Love” é redesenhado de forma a parecer com um desenho estilizado de um bum-bum.

Na segunda Há uma mulher de biquíni com a inscrição: “esperando para marcar”, com um duplo sentido entre marcar um gol e marcar qualquer outra coisa.

Adidas Brazil 02Pode ser que tenha havido ingenuidade na produção das camisetas, mas ao que tudo indica, não. Segundo alguns jornais de São Paulo, a Embratur deve formalizar uma denúncia sobre os produtos.

Até o momento a Adidas não se pronunciou sobre o assunto, mas é fato que deve estar se beneficiando pela polêmica.

Alguns Produtos do McDonald’s que você não sabia que existiram – A porção de milho

MilhoNa maioria dos países, o Mc Donald’s adotou opções em seu cardápio que tiram a culpa de quem deseja uma comida mais saudável. Assim, é comum encontrar ao redor do mundo, saladas, tanto como prato principal como acompanhamento, frutas de sobremesa e sucos saudáveis. Oferecer, no entanto, uma porção de milho para acompanhar o lanche não parece uma ideia apetitosa. O McCorn, porção de milho servido em uma tigela sem nada mais faz parte do menu de saladas das lojas de Hong Kong. Mas, ao lado de apetitosas saladas, completas, com uma variedade imensa de ingredientes, o potinho de milho parece muito sem graça. Não há informação de como o produto é servido ou como é comido. As fotos promocionais mostram uma linda tigela. Fotos de consumidores, no entanto, mostram o produto servido em um copinho de milk shake. Uma colherzinha plástica acompanha o kitute.

Google Maps trará novas funcionalidades

mapaNas próximas semanas, o novo Google Maps irá mostrar modificações sensíveis em desktops em todo o mundo. Muitos usuários estão testando as novas funcionalidades desde maio do ano passado, e graças aos feedbacks obtidos, o Google está pronto para lançar a nova versão.

Na nova plataforma é ainda mais fácil de planejar uma viagem. Podem ser verificadas as condições de tráfego ao vivo, descobrir o que está acontecendo em torno da cidade, e aprender sobre uma nova área, com a ajuda do Pegman (aquele ícone amarelo, representando uma pessoa que se utiliza normalmente para acionar o street view). A imagem abaixo mostra a nova funcionalidade:

MapsNo novo Maps, basta, por exemplo, procurar por “restaurante” e o maps irá mostrar as opções em seu bairro. Além disso, quando clicar em um restaurante poderá aparecer um resultado relacionado que possa ter passado despercebido.

Decisões sobre como chegar onde você está indo, mais rápido. Carro? Bicicleta? Á pé? Encontre o caminho mais eficiente para você, com suas melhores opções dispostas no mapa, incluindo o tempo e a distância para cada rota.

Segundo Brian McClendon, vice-presidente do Google Maps, “É possível ver o mundo de todos os ângulos. É possível voar sobre montanhas em 3D e dar uma espiada em empresas que você pretende visitar”.

O Google ainda não informou a data de lançamento, mas será visualizada aos poucos por usuários em todo o mundo em, no máximo, 2 meses.

Onde trocar os pontos por mini garrafinhas da Coca-Cola

garrafinhasAtenção: se você busca os postos de troca para a promoção de 2015, clique no link a seguir:

Coca-Cola retoma Promoção de mini Garrafinhas

Diversos consumidores da Coca-Cola tem tido dificuldades  em trocar os seus pontos pelas miniaturas das garrafas de Coca-Cola na promoção. Devido a isso, a própria Coca-Cola colocou no ar um aplicativo onde o consumidor, poderá, por si só checar os pontos de troca mais próximos.

O consumidor deverá entrar no endereço: http://cocacola.com.br/mapa/. Se abrirá um mapa como o da figura abaixo:

Uma vez aberto o mapa mostrará quantos postos de troca estão ativos em cada região. Para saber o mais próximo de você, basta seguir as instruções:

1. Clique em “Estado” e selecione o seu.

2. Clique em “Cidade” e Selecione.

3. Clique em “Bairro” e selecione o mais próximo.

Mapa Coca-ColaCaso não localize sua cidade, clique no símbolo mais próximo à sua residência e se abrirá uma caixa com o estabelecimento e o endereço.

O Papai Noel e a Coca -Cola

santaO Papai Noel que todos nós conhecemos – tão grande, homem alegre em roupa vermelha  com uma barba branca – nem sempre foi visto dessa forma. Na verdade , muitas pessoas ficam surpresas ao saber que, antes de 1931, Papai Noel foi descrito como um homem magro da altura de um elfo assustador. Ele vestia roupas de um bispo da igreja católica e pele de animais de um caçador nórdico .

Na verdade, quando o cartunista Thomas Nast, antes da Guerra Civil desenhou o Papai Noel para a Harper Weekly em 1862 , Papai Noel era uma pequena figura élfica que apoiava a União Europeia. Nast continuou a desenhar o Papai Noel por 30 anos , mudando a cor do seu casaco desde marrom até o vermelho, como é conhecido hoje.

Aqui, algumas outras coisas que você pode não ter percebido sobre o gordinho feliz na roupa vermelha.
1 . Papai tem sido destaque em anúncios de Coca-Cola Desde a década de 1920

The Coca- Cola Company iniciou a sua publicidade de Natal em 1920, com anúncios relacionados comerciais em revistas como The Saturday Evening Post. Os primeiros anúncios de Papai Noel usaram uma imagem sóbria, na visão do cartunista Thomas Nast .

Em 1930, o artista Fred Mizen fez uma arte natalina de uma loja de departamentos à frente de uma multidão bebendo uma garrafa de Coca-Cola. O anúncio contou com a maior fonte de soda do mundo, que foi localizado na famosa loja de departamentos Barr Co. em St. Louis , a pintura de Mo Mizen foi usada em anúncios impressos à época do Natal , aparecendo em The Saturday Evening Post , em dezembro de 1930.

2 . Coca -Cola ajudou a moldar a imagem atual do Papai Noel

Em 1931 a empresa começou a colocar anúncios da Coca-Cola em revistas populares . Archie Lee , o executivo principal da agência de publicidade D’ Arcy trabalhando com a The Coca -Cola Company , queria uma campanha para mostrar um Papai Noel saudável que era ao mesmo tempo realista e simbólica. Assim, a Coca- Cola encomendou ao ilustrador Haddon Sundblom para desenvolver imagens publicitárias de Papai Noel.

Como inspiração , Sundblom usou  o poema de Clement Clark Moore ” Uma visita de São Nicolau ” ( comumente chamado de ” ‘ Twas the Night Before Christmas ” ) . A descrição de Moore de St. Nick levou a uma imagem de um Papai caloroso, amigável , agradavelmente obesa e humano. ( E mesmo que muitas vezes é dito que o Papai Noel veste um casaco vermelho porque o vermelho é a cor da Coca -Cola , Santa apareceu em um casaco vermelho antes de Sundblom pintá-lo. )

O Papai Noel de Sundblom estreou em 1931 em anúncios de Coca-Cola no The Saturday Evening Post, assim como na Ladies Home Journal, National Geographic, The New Yorker e outros.

d1lwft0f0qzya1.cloudfront.netDe 1931 a 1964, a publicidade da Coca -Cola mostrou o Papai Noel entregando brinquedos. ( e brincando com eles !) , Parando para ler uma carta e desfrutar de uma Coca-Cola , visitando crianças, e invadindo as geladeiras das casas . As pinturas a óleo originais que foram criadas por Sundblom foram adaptadas para a publicidade da Coca -Cola em revistas. E vasto material para exibição em lojas, como, painéis, cartazes , calendários e bonecos de pelúcia, produzidos à época são colecionáveis ​​populares nos dias de hoje

Sundblom criou sua versão final do Papai Noel em 1964, mas por várias décadas a seguir , a Coca -Cola contou com imagens de Papai Noel com base em trabalhos originais de Sundblom . Estas pinturas são algumas das peças mais apreciadas da coleção de arte do departamento de arquivos históricos da empresa e foram exibidos em todo o mundo , em locais famosos, incluindo o Louvre, em Paris, o Royal Ontario Museum , em Toronto, o Museu de Ciência e Indústria de Chicago, a loja de departamento de Isetan , em Tóquio , e a loja de departamentos NK , em Estocolmo. Muitas das pinturas originais podem ser vistos em exposição no World of Coca -Cola , em Atlanta , Geórgia.

3 . O “novo Papai Noel” foi baseado em um vendedor

No início, Sundblom pintou a imagem da Papai Noel  usando um modelo vivo – seu amigo Lou Prentiss , um vendedor aposentado . Quando Prentiss faleceu, Sundblom usou -se como um modelo , pintando olhando-se em um espelho . Por fim , ele começou a usar fotografias para criar a imagem.

As pessoas gostaram tanto das imagens de Coca- Cola que começaram a enviar cartas à empresa, comentando os desenhos artes e materiais natalinos quando algo mudava. Um ano, a fivela do grande cinto foi pintada na parte de trás da roupa ( talvez porque Sundblom estava pintando através de um espelho). Em outro ano , o Papai Noel apareceu sem a aliança de casamento , fazendo com que os fãs passassem a escrever perguntando o que aconteceu com a Sra. Noel.

As crianças que aparecem com o Santa Claus, como era chamdo e ainda o é, nos Estados Unidos nas pinturas de Sundblom foram baseadas em vizinhos de Sundblom – duas meninas. Então ele mudou o par ara um casal: um menino e uma menina.

O cão , em 1964, pintura de Papai Noel de Sundblom era na verdade um poodle cinza pertencente à florista bairro. Mas Sundblom queria o cão se destacando na cena de férias, então ele pintou o animal com pele negra.

4 . Papai Noel tem um novo amigo em 1942

Em 1942 , a Coca -Cola lançou o ” Sprite Boy”, um personagem que apareceu com o Papai Noel na publicidade da Coca- Cola ao longo dos anos 1940 e 1950 . Sprite Boy , que também foi criado por Sundblom , tem o seu nome devido ao fato de que ele era um sprite, ou um elfo. ( Não foi devido à marca Sprite de bebidas que só foi introduzida pela empresa na década de 60. )

5 . Papai Tornou-se animado em 2001

Em 2001, a obra de arte de 1962 a pintura de Sundblom foi a base para um comercial de TV de animação estrelado pela Coca -Cola Papai Noel. O anúncio foi criado pelo vencedor do Oscar de animação Alexandre Petrov.

Fonte e crédito das imagens:The Coca-Cola Company

Coca-Cola: A história por trás dos slogans

coca-colaJá ouvi diversas vezes que o slogan acompanha a marca, o logo, a missão a visão ou qualquer outra variável que defina a empresa. Um slogan acaba se associando tão fortemente à marca que fica difícil dissociar da mente dos consumidores.

Um exemplo clássico é o slogan: “Dedicação total a você”. Tem uma ligação tão forte que, quando cantado ou falado faz com que as pessoas se lembrem das Casas Bahia. Recentemente tentei lembrar do atual slogan da Coca-Cola.

Me lembrei de “Isso é que é”. Ao pesquisar, levei um susto ao verificar que esse slogan é de 1977. Outros que me vieram à cabeça, também se mostraram muito velhos.

Dessa forma, resolvi pesquisar os slogan utilizados pela Coca-Cola e notei que poucos deles me remetiam à lembrança da marca. Os slogans utilizados pela empresa, pelo mundo, traduzidos para o português, são:

• 1886 – Beba Coca-Cola
• 1905 – Coca-Cola revigora e sustenta
• 1917 – Três milhões por dia
• 1922 – Sede não tem estação
• 1923 – Curta a vida
• 1924 – Refresque-se
• 1925 – Seis milhões por dia
• 1926 – Tinha que ser bom para chegar onde está
• 1927 – Pura como a luz do sol
• 1927 – Ao redor de uma esquina de qualquer lugar
• 1928 – Bebida pura de sabores naturais
• 1929 – A pausa que refresca
• 1932 – Nascer do sol bem gelado
• 1938 – O melhor amigo que a sede já teve
• 1938 – Sede pede mais nada
• 1939 – Coca-Cola vai junto
• 1939 – Coca-Cola tem o sabor para a sede
• 1940 – A pausa que refresca
• 1942 – Em qualquer lugar que você está, o que você faça, em qualquer lugar que você esteja, quando você pensa em refrescar-se, pense numa Coca-Cola bem gelada
• 1942 – A única coisa como Coca-Cola é a própria Coca-Cola. É a coisa real
• 1946 – Isto sim é da pontinha!
• 1948 – Era o que eu queria!
• 1948 – Onde há Coca, há hospitalidade
• 1949 – Junto da estrada para qualquer lugar
• 1952 – O que você quer é uma Coca
• 1955 – Quase todas as pessoas apreciam o melhor
• 1956 – Fazendo coisas boas com melhor sabor
• 1957 – Sinal de bom gosto
• 1958 – O sabor gelado, ondulado de Coca-Cola
• 1959 – Esteja realmente refrescado
• 1959 – Isso faz um bem
• 1963 – Coisas vão melhor com Coca
• 1966 – Tudo vai melhor com Coca-Cola
• 1970 – É a coisa real
• 1971 – Eu gostaria de comprar uma Coca para o mundo
• 1972 – Coca-Cola dá mais vida
• 1975 – Olhe aí, América
• 1976 – Coca dá vida
• 1977 – Isso é que é
• 1979 – Tenha uma Coca e um sorriso
• 1982 – Coca-Cola é isso aí!
• 1985 – Nós conseguimos um sabor pra vocês
• 1985 – Escolha real da América
• 1986 – Pegue a onda
• 1986 – Vermelho branco e você
• 1987 – Você não pode vencer o sentimento
• 1989 – Emoção pra valer
• 1990 – Você não pode vencer a coisa verdadeira (Apenas nos EUA e Canadá)
• 1993 – Sempre Coca-Cola
• 2000 – Curta Coca-Cola
• 2001 – Gostoso é viver
• 2003 – Real
• 2003 – Essa é a Real
• 2003 – Como deve ser
• 2006 – O lado Coca-Cola da vida
• 2008 – Viva o lado Coca-Cola da vida
• 2009 – Abra a felicidade

Slogans internacionais utilizados pela empresa:

1886 – Drink Coca-Cola
1904 – Delicious and Refreshing
1905 – Coca-Cola Revives and Sustains
1906 – The Great National Temperance Beverage
1917 – Three Million a Day
1922 – Thirst Knows No Season
1923 – Enjoy Thirst
1924 – Refresh Yourself
1925 – Six Million a Day
1926 – It Had to Be Good to Get Where It Is
1927 – Pure as Sunlight
1927 – Around the Corner from Everywhere
1929 – The Pause that Refreshes
1932 – Ice Cold Sunshine
1938 – The Best Friend Thirst Ever Had
1939 – Thirst Asks Nothing More
1939 – Whoever You Are, Whatever You Do, Wherever You May Be, When You Think of Refreshment Think of Ice Cold Coca-Cola
1942 – The Only Thing Like Coca-Cola is Coca-Cola Itself
1948 – Where There’s Coke There’s Hospitality
1949 – Along the Highway to Anywhere
1952 – What You Want is a Coke
1956 – Coca-Cola… Makes Good Things Taste Better
1957 – Sign of Good Taste
1958 – The Cold, Crisp Taste of Coke
1959 – Be Really Refreshed
1963 – Things Go Better with Coke
1969 – It’s the Real Thing
1971 – I’d Like to Buy the World a Coke (part of the “It’s the Real Thing” campaign)
1975 – Look Up America
1976 – Coke Adds Life
1979 – Have a Coke and a Smile
1982 – Coke Is It!
1985 – We’ve Got a Taste for You (for both Coca-Cola & Coca-Cola classic)
1985 – America’s Real Choice (for both Coca-Cola & Coca-Cola classic)
1986 – Red, White & You (for Coca-Cola classic)
1986 – Catch the Wave (for Coca-Cola)
1987 – When Coca-Cola is a Part of Your Life, You Can’t Beat the Feeling
1988 – You Can’t Beat the Feeling
1989 – Official Soft Drink of Summer
1990 – You Can’t Beat the Real Thing
1993 – Always Coca-Cola
2000 – Coca-Cola. Enjoy
2001 – Life Tastes Good
2003 – Coca-Cola… Real
2005 – Make It Real
2006 – The Coke Side of Life
2009 – Open Happiness
2010 – Twist the Cap to Refreshment
2011 – Life Begins Here

Google procura estudantes para materializar seus projetos

gsf_logo-03A gigante Google abriu inscrições para estudantes entre 13 e 18 anos que desejem tornar realidade, os seus experimentos.

Isto vem ocorrendo desde 2011, quando o conglomerado expôs a “Google Science Fair”.

Desde então, diversas ideias saidas das mentes brilhantes de alguns estudantes tem se tornado realidade com a ajuda da empresa.

Desde lanternas que operam sem baterias até meios de combater o câncer, a empresa tem investido em projetos que podem mudar o mundo.

Em 2014 o Google abre novamente a oportunidade para novos projetos.Os estudantyes poderão enviar os seus projetos até o dia 12 de Maio. A feira, este ano, terá o co-patrocínio da Virgin Galactic, da Scientific American, Lego Education e National Geographic.

Os vencedores serão anunciados em um evento no QG do Google em Mountain View, Califórnia no dia 22 de setembro.

Os vencedores receberão prêmios bem legais: O primeiro lugar terá a chance de se reunir com a Equipe da Virgin Galactic, no espaçoporto America no Novo México,al´wem de uma viagem de 10 dias às Ilhas Galápagos a bordo do Endeavour da National Geographic e um ano de acesso grátis à Revista Scientific American. Além disso, haverá prêmios segmentados por idade.

Segundo Clare Conway da equipe da Feira de Ciências do Google, “Para a competição de 2014, nós também vamos dar dois novos prêmios para comemorar os jovens cientistas mais talentosos:

O Prémio Ciência da Computação será dado a um projeto favorável à inovação e excelência no campo da ciência da computação.
Local Award Winners-alunos cujos projetos têm tentado resolver um problema relevante para a sua comunidade serão homenageados em locais selecionados globalmente.”

Haverá ainda o prêmio “Science in Action” da Scientific American. Prêmio que homenageará um projeto que aborda a saúde, recursos ou desafio ambiental. O vencedor receberá orientação de um ano a partir da Scientific American e uma bolsa de 50 mil dólares para o seu projeto.

Maiores informações poderão ser obtidas na página do projeto no Google+ que pode ser acessada aqui.

Veja o vídeo abaixo para maiores informações

 

Apple Pippin – O Video Game da Apple

pippinPensar que algum produto da Apple pode não dar certo em seu lançamento ou predizer que não vai vender o esperado, é, no mínimo dar um tiro no escuro e ter certeza que vai errar na previsão. Afinal, Ipods, Ipads, Iphones e MacBooks fazem com que os consumidores façam filas nas lojas dias antes do lançamento, simplesmente para ser um dos primeiros a possuir o gadget.

O que poucos sabem, no entanto é que a Apple não vive só de sucessos. Muitos produtos falharam em seus lançamentos e não ficaram no mercado nem por um ano. Um caso é o Apple III. O primeiro Apple após a era Wozniak. Mas caso mais emblemático e que poucos sabem é o Pippin, o videogame da Apple.

Sim. Isso mesmo. A Apple lançou um videogame.

O produto foi lançado em 1995 e foi descontinuado em 1996, exatos 12 meses depois.

Com um preço inicial de 600 dólares, era prevista a venda de, ao menos, 300.000 unidades ao primeiro ano. Ao fim do balanço, foram contabilizadas, apenas, algo entre 10 e 30 mil produtos. A Apple nunca informou os números reais.

Um dos motivos do fracasso foi a falta de jogos. Como na época os consoles mais populares eram o Sega, Nintendo e Sony, os desenvolvedores de jogos deram pouca atenção ao novo produto da Apple. Quando foi lançado, existiam apenas 18 jogos disponíveis no mercado americano, dos quais, 6, vinham na embalagem do produto.

Não deve ter sido o único motivo do fracasso, mas convenhamos, de um videogame batizado de Pippin não se pode esperar muito.

O país dos Shopping Centers – O balanço de 2013

shopping-mall-chongqing01A ABRASCE acaba de divulgar o balanço do setor de shoppings no Brasil, durante o ano de 2013.
Além do bom desempenho nas vendas, setor bateu recorde de inaugurações.

Com mais 38 novos empreendimentos em operação e uma média de 415 milhões de visitantes mensais, o mercado de shopping centers brasileiro registrou, em 2013, alta de 8,6% nas vendas em relação ao ano anterior, atingindo total de R$ 129,2 bilhões, segundo a Associação Brasileira de Shopping Centers – Abrasce. A expectativa do setor para 2014 é de 8,3% no aumento das vendas.

“Os shoppings brasileiros atravessaram mais um ano de crescimento acima do comércio varejista e da inflação. Um dos segmentos que mais sustentaram seu desempenho foi o de alimentação, o que pode ser atribuído ao aumento do poder aquisitivo da população e a conveniência oferecida pelos centros de compra”, comenta Luiz Fernando Veiga, presidente da associação.

A categoria telefonia cresceu 22,01%, recebeu novos operadores e apresentou aumento de vendas significativo de smartphones e outros artigos em muitos shoppings, mas não na totalidade deles. Além dos citados, os segmentos de perfumaria, joias, conveniência/serviços e megalojas também tiveram desempenho favorável ao longo de 2013, todos acima de 11%.

O Natal foi a data comemorativa que, como de praxe, mais contribuiu para o crescimento do setor. No mês e no período das festas, os campeões de vendas foram: alimentação, telefonia, óticas e perfumarias, todas elas com crescimento acima de 20%. Em média, as vendas no mês de dezembro cresceram 7,7% em relação ao mesmo período de 2012, performance maior que a do comércio em geral, que apresentou crescimento de 2,7% se comparado ao ano passado.

Para 2014, a Abrasce acredita na continuidade do cenário favorável para o desenvolvimento do setor, que prevê a inauguração de mais de 40 shoppings até o final do ano, 30 deles em cidades que não são capitais.

Recorde de inaugurações

A indústria de Shopping Centers está em plena expansão no País e, em 2013, atingiu um recorde. Ao longo do ano, foram 38 empreendimentos inaugurados. Esse número, somado às expansões pelas quais muitos shoppings estão passando, contribui para o bom desempenho do setor, que além da conveniência, oferece comodidade e segurança aos frequentadores.

A região Sudeste foi a que recebeu a maior quantidade de novos empreendimentos – ao todo foram 20 – seguida pelas regiões Sul, Nordeste, Centro Oeste e Norte. Este número fica ainda mais expressivo se comparado ao total de novos empreendimentos fora das capitais. Dos 38 shoppings inaugurados, apenas 15 aconteceram nas capitais. Pela primeira vez na história da indústria, o percentual de shoppings inaugurados fora das capitais é igual ao de shoppings nas capitais.

Apesar de perfis variados, a maior parte desses malls foi construída em municípios que possuem até 500 mil habitantes, e o tamanho médio destes empreendimentos é de 26.142 mil m² de ABL (Área Bruta Locável).

Censo 2013-2014
Novo Censo da Abrasce revela mudanças no setor de shopping centers brasileiro

A indústria de shopping centers não para de crescer. É o que aponta o Censo Abrasce 2013-2014. Considerado a maior radiografia do setor, o levantamento realizado pela Associação Brasileira de Shopping Centers, em parceria com a GEU (Gismarket Estudos de Mercado), traz importantes informações sobre o cenário de shopping centers no Brasil, englobando aspectos como faturamento, frequência, localização e estrutura. Para esta edição, foram entrevistados 537 shoppings de todo o Brasil – dos quais 495 estão em operação e 42 serão inaugurados a partir deste ano.

Entre os dados da pesquisa estão as vendas realizadas por região. Do total registrado em 2013, R$ 129,2 bilhões – um crescimento de 8,6% com relação a 2012 – os shoppings no Sudeste contribuem com o maior faturamento do setor: R$ 75,908 bilhões. O segundo melhor desempenho foi o da região Sul, com R$ 18,927 bilhões, seguido pela região Nordeste (R$ 18,884 bilhões), Centro-Oeste (R$ 10,356 bilhões) e Norte (R$ 5,147 bilhões).

A pesquisa permite constatar uma mudança nos investimentos no que diz respeito à localização dos shoppings. Pela primeira vez na história da indústria, o percentual de shoppings fora das capitais é igual ao de shoppings nas capitais. O Censo Abrasce 2013-2014 mostra que, no final de 2013, 50% dos shopping centers estavam localizados em capitais brasileiras e 50% em outras cidades. 38% do total dos centros de compras estão concentrados em cidades com menos de 500 mil habitantes, o que aponta para uma tendência cada vez maior de interiorização desses empreendimentos. Ao final de 2014, com as 40 inaugurações previstas para o ano, 276 shopping centers estarão instalados em cidades que não são capitais, ante 259 empreendimentos em capitais.

Outro destaque fica por conta do número de empregos diretos gerados, que totalizou 38.571 novos postos de trabalho no setor durante o ano de 2013. Atualmente, estima-se que haja 843.254 empregos diretos nos shoppings brasileiros, o que corresponde a um aumento de 4,8% com relação a 2012. O número de frequentadores também saltou de 398 milhões de visitas por mês para 415 milhões em 2013, o que representa uma alta de 4,2% com relação ao ano de 2012.

O perfil de shoppings no Brasil

Shopping centers em operação ao final de 2013: 495;
Número de cidades com shoppings no Brasil, ao final de 2013: 173;
Total de ABL (Área Bruta Locavel) no Brasil: 12.940.000 m² (aumento de 13,5% em relação ao ano anterior);
Faturamento total do Brasil em 2013: R$ 129,2 bilhões, o que representa um crescimento de 8,6% em relação a 2012;
Sudeste é a região do Brasil que, disparado, obteve o maior faturamento do setor: R$ 75,908 bilhões. O segundo melhor desempenho foi da região Sul, com R$ 18,927 bilhões, seguido pela região Nordeste (R$ 18,884 bilhões), Centro-Oeste (R$ 10,356 bilhões) e Norte (R$ 5,147 bilhões);
87% dos shopping centers brasileiros são shopping centers do tipo tradicional e 13% especializados (outlet, lifestyle e temáticos);
50% dos shopping centers estão localizados em capitais brasileiras e 50% em outras cidades;
94% dos shopping centers brasileiros abrem aos domingos;
Os shoppings brasileiros receberam cerca de 415 milhões de visitas por mês em 2013, o que representa um aumento de 4,2% em relação ao ano de 2012;
Existem 86.271 lojas nos 495 shopping centers brasileiros;
Existem 740.137 vagas de estacionamento em shoppings em todo o território nacional;
2.386 salas de cinema nos centros de compra de todo o Brasil;
Estima-se que haja 843.254 empregos diretos nos shopping brasileiros (aumento de 4,8%);