CBF processa Seara por quebra de contrato em 50 milhões

Logo_searaA CBF está processando a Seara em 50 milhões de Reais. O motivo principal seria a quebra de contrato.Uma vez quebrado o contrato, a Marfrig, dona da marca Seara não mais poderia utilizar o vínculo com a CBF para promover seus produtos o que acabou não ocorrendo. Assim que rompeu o contrato, a CBF fechou contrato com a Sadia, principal concorrente da antiga patrocinadora. O fato ocorreu no meio do ano.
O processo da CBF, no entanto não interferiu no patrocínio da Copa, onde a Marfrig aparece como uma das patrocinadoras do evento. Ao invés de utilizar a marca Seara, a empresa resolveu utilizar a marca Moy Park, utilizada na linha de frangos na Irlanda do Norte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.