Produtos que não deram certo – Zune: o “iPod” da Microsoft

zuneQuando se trata de empresas de tecnologia, parece impossível que algum produto colocado no mercado por essas empresas não se tornem um sucesso imediato de vendas. Afinal a imprensa promove o produto meses antes de ele chegar às prateleiras. Vejam os casos da Apple, Google, Microsoft…
As novas edições do iPhone tem gerado filas nas lojas. Os novos PlayStation e Xbox tem gerado milhares de artigos. Na prática, no entanto, nem todos os produtos adquirem esse status, e, muitas vezes, não se sabe o porquê.
Antes de falar do Zune vamos tentar entender algo: por que um desenvolvedor de software (Microsoft) faz tanto sucesso com um hardware (XBox). Por que um fabricante de computadores (Apple) faz tanto sucesso com telefones (iPhone). por que? por que? porque? se o McDonald’s lançasse um televisor, seria sucesso? e um telefone com a marca Volkswagen? Note que são marcas consagradas, mas que não são garantia de sucesso. Pois bem. Em 2006 a Microsoft lançou uma nova marca que seria utilizada em Media Players, serviços de música, serviços de apoio ao Xbox, etc. Ou seja. Tudo a ver com a empresa.
O Zune Player foi lançado e pouco sucesso fez tanto na imprensa como nas prateleiras. A Microsoft ainda lançou 3 gerações do produto, mas o consumidor insistia em preferir o iPod, produzido pela Apple.Assim, alguns anos depois, em 2011,o produto foi descontinuado e, no ano seguinte, a Microsoft anunciou a retirada de linha dos demais produtos da marca.  Motivo? essa é a pergunta bde um milhão de dólares.

Crédito da imagem: Tech Scoop

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.