Xerox declara guerra mundial à pirataria de suprimentos.

Logo XeroxA Xerox acaba de proceder a ataques e processos ao redor do mundo contra empresas que estão piratenado os suprimentos de sua marca.
De acordo com a Imaging Supplies Coalition, o impacto da pirataria nas emprsas monta a um valor entre 3,5 e 5 bilhões de dólares anuais. O negócio é rentável, pois os produtos falsificados são cópia perfeita dos originais e raramente um consunidor pode notar a diferença.
Algumas das ações tomadas pela Xerox foram:
O Confisco de 1500 caixas de toner falsificado que pareciam cópias exatas dos produtos oficiais. O fabricante dessas cópias é a Zhuhai Warmth Electronic Co. Uma empresa que faz produtos compatíveis na China. A empresa foi proibida de usr embalagens que remetam à marca Xerox. A mesma ação foi tomada contra uma das coirmãs: A Zhuhai Supricolor Image.
O Brasil não ficou de fora. Duas investidas, em Maringá e Londrina encontraram quase 3.000 caixas de suprimentos pirata,
Na Tuerquia, foram apreendidas 1.000 caixas de suprimentos.
A Xerox também está à caça de mercadorias roubadas. Um cidadão de Baltimore, foi sentenciado a 26 anos de detenção por ter roubado e vendido produtos da marca em um montante de 55.000 dólares.
A Xerox montou uma equipe mundial visando a proteção da marca e o combate à pirataria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.