Marketing Digital – Entenda os termos: o que é CPM?

CPMO Marketing digital está repleto de acrônimos. Entender estas letrinhas é a diferença entre ganhar ou gastar muito dinheiro na Web. Termos como CTR, RPM, CPA e CPM são fundamentais para entender e controlar gastos e ganhos com a publicidade online.

CPM significa “Custo por Mil”. É o que um anunciante paga (ou um editor recebe) por cada mil exibições do anúncio em seu site. Assim se um editor recebeu em certo dia R$ 4,50 por 3.000 exibições, significa que o anunciante está pagando um CPM de R$ 1,50, ou seja, se o site exibir o anúncio mil vezes, receberá R$ 1,50. Se exibir duas mil vezes, receberá R$ 3,00, se exibir 10.000 vezes, receberá R$ 15,00. Normalmente este é o sistema preferido de muitos editores, já que os ganhos não dependem de outros fatores, como cliques e ações de vendas ou de cadastros. Basta exibir os anúncios para receber o equivalente.

Ainda que o editor não exiba o anúncio mil vezes, receberá o equivalente proporcional. Assim, se o anúncio utilizado como exemplo acima for exibido 100 vezes, o editor receberá R$ 0,15.

Na prática, anúncios que pagam 4 a 5 Reais por mil exibições já são considerados como lucrativos. Sites americanos chegaram a receber, nos idos anos 1990 a 2000, valores que chegavam a alguma dezenas de dólares por mil exibições. Era a época de ouro da Internet com a sua chamada “bolha”. Atualmente, programas de afiliados pagam, em média, R$ 0,50 a R$ 0,60 de CPM em campanhas desse tipo.

Interessante notar que, mesmo em inglês, se utiliza a mesma expressão, ainda que “mil” em inglês seja “Thousand”. A explicação é que os americanos Utilizam a expressão “Cost per M”, já que a letra “M” em algarismos romanos significa Mil.  Alguns definem, em inglês, como Cost per Mille, o que obviamente, também não se refere ao inglês.

Não deve ser confundido com eCPM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.